terça-feira, 6 de setembro de 2011

Ele já veio do Infinito

Ele já veio do infinito



na atitude do ser está o ente
o que veio para representar
vestir o personagem, brilhar

no âmago do ser
como tótem dele mesmo
o que veio para jamais desaparecer

estrela viva de todo sentimento
é sol de muitos corações
até que não haja mais estrada alguma

e a luz - por sua vez
esconda-se no final
de algum mundo.




Eliana Mora, 24/8/2011

4 comentários:

  1. [aconchegado pela luz que se faz vibrar em todos os planos finitos, o horizonte faz-se lugar "de algum mundo"]

    um imenso abraço, Eliana

    Leonardo B.

    ResponderExcluir
  2. Voo transcendente pela essência manifesta do ser, aquilo que vai além, aquilo que não se nomina e é.
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. ...e nesse lugar, o espaço é igualmente in-finito.

    Gosto de te 'ver'

    beijo, abraço,
    Leonardo

    da El

    ResponderExcluir
  4. ...e é nesse 'para sempre' que não há, que o ser
    sempre - será.

    beijo, carinho, MHelena
    da El

    ResponderExcluir

Minha poesia agradece.