quinta-feira, 22 de março de 2012

O ser do silêncio e o sentir demais


  

 O ser do silêncio e o sentir demais



Procurar o silêncio
sair correndo a abraçá-lo
é mais do que pretendo
é muito - todo dia
 
sob sua benção
cuidar [à toda revelia]
de todos os poréns, senões
e [porque não?]
de percorrer na mente a geografia
do que me comoveu
lá deitar as mãos
 
e assim
suavemente
preparar para o poema
o breve canto:

aquele - que mais dói. 


Eliana Mora, 15/3/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha poesia agradece.