quarta-feira, 30 de maio de 2012

Das perfeitas Penumbras


Das perfeitas penumbras
 
 
 
Cantos
permeios, sombras eloquentes
sonhos inquietos
 
por trás de invisíveis persianas
ali, entre alma e consciência
escorrem do sentimento
riscos de um quase-poema
 
breves sons, facas certeiras
desejos, quânticas somas
cânticos, mantras, tristezas
 
Por trás da perfeita penumbra
viagens etéreas
ao centro dos fios-terra
 
[antes da derradeira]
 
 
 
Eliana Mora, 29 de maio/2012

2 comentários:


  1. lindo!!

    lembrei que já conhecia vc... pelo menos acho que sim.

    um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é mesmo?

      Outro, obrigada pela leitura!

      Eliana

      Excluir

Minha poesia agradece.