sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

A voz Reverente

  

A voz reverente
 

A voz que por vezes some em mim
é coisa antiga
parte de algum plano distante
sem zoom, sem lentes espelhadas

 

essa é a voz que se cala
em reverência
quando a vibração do solo
canta - como o mar.




Eliana Mora, 07/12/2012

2 comentários:

Minha poesia agradece.