quarta-feira, 12 de junho de 2013

Beleza e Obra de Arte

  

 
Beleza e Obra de Arte



A amada de um artista, bela, extraordinariamente bela. Beleza e juventude fazem a fórmula do perigo e da atração. Como resistir? E, finalmente, como existir? Aí estão  perguntas de resposta difícil. O que pode surgir como resposta será sobre recentes e cotidianas reflexões: todas sobre o 'crescimento' do ser que jamais terá a imagem de sua juventude. Porém que necessita 'crescer', e a se 'encontrar' consigo em novas e mais profundas realidades.



Eliana Mora, 11/6/13

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha poesia agradece.