segunda-feira, 8 de junho de 2015

Enquanto escrevo


Enquanto escrevo 


mais e mais ruínas se conquistam
mais se dinamitam fontes e mistérios
mais se procuram nomes apelidos e prisões
para o que sempre houve

mais e mais amamos as ideias
mais e mais ficamos sós

[em algum tipo de caverna]




Eliana Mora, 08/06/2015 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha poesia agradece.