quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Dupla Face


Dupla Face



sorrisos
facadas
lampejos


mutantes
são seres daqui,
mesmo



Eliana Mora, 23/09/2015

3 comentários:

  1. Poetamiga: seu poema é um alerta para não esquecermos que se vive e se morre a cada instante, e apesar dos socos no estomago; sobrevivemos. Abraços mil, Graça Graúna

    ResponderExcluir
  2. Verdade, sim, Graça.
    Quero deixar um abração, sempre bom te 'ouvir' comentar.

    Eliana

    ResponderExcluir
  3. Verdade, sim, Graça.
    Quero deixar um abração, sempre bom te 'ouvir' comentar.

    Eliana

    ResponderExcluir

Minha poesia agradece.