terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Apenas ensaio de dizer


Apenas ensaio de dizer



Sonhos são delicados
assombrados
fundo de olho
onde moram as mais desejadas
loucuras

Sonhos são o confete
água a cobrir
o voo
realidade que mora  por trás
das câmeras

Quase ensaio

[quase a vida]




Eliana Mora, 20/12/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha poesia agradece.