segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Lento traçado de uma estrada


Lento traçado de uma estrada 



o desvio
a carência
o fato
o hiato
a consciência

equação difícil
nua
contínua

a refletir
em nosso nome
as placas
e evidências

de todo o sofrer
[nosso sofrer]

de uma vida




Eliana Mora, 01/12/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha poesia agradece.