sexta-feira, 21 de abril de 2017

O poder de uma força


O poder de uma força



Enquanto sua vida declinava
naqueles instantes em que sua força parecia lhe faltar
ela pôde vislumbrar o que queria
distante estava
e no entanto em que segundo
[um átimo de segundo]
ela ao chorar foi tão sincera
disse apenas que chorava somente 

por ela

Era o instante em que temia por sua sanidade
e no entanto conseguia ser 

apenas ela

Sim
chorou por si
e assim sentiu a força 


da verdade




Eliana Mora, 21/04/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha poesia agradece.