quinta-feira, 20 de agosto de 2009



Florada Livre



F(l)ora dos campos de senhora
cá estou: alada, foragida
dos dogmas_de um senhor.


Eliana Mora, 15/novembro/2004

6 comentários:

  1. o odor de sentir-se livre. Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Querida El, você é uma das raras pessoas que me deixam sem palavras. Simplesmente, LINDO!

    Beijos mil

    Ada

    ResponderExcluir
  3. Caro Jefferson

    ...no rastro de um poeta.
    Obrigada por estar aqui. Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Ada, querida, o melhor de tudo é ter tua alegria por perto...

    Gracias e beijos!! El

    ResponderExcluir
  5. Belo belo, Eliana. Um poema curto e poderoso.
    Beijo pra você.

    ResponderExcluir
  6. Pois é, por vezes se fala muito [nos vãos das palavras].

    Obrigada e beijos a ti.

    El

    ResponderExcluir

Minha poesia agradece.