terça-feira, 2 de novembro de 2010

S ú p l i c a


S ú p l i c a



Vem

espraia-te qual gel em minha pele fina

cobre-me de sonho
aplica-me morfina

devolve-me um pouquinho
do meu

Céu




©Eliana Mora, 17/Ago/2000

[Baú]

3 comentários:

  1. Que venha mas que não demore e que traga nos olhos um mar de azul preguiça e nas mãos, cerejas maduras.
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. [e que as cerejas transformem-se em contas rubras, a adornar o colo - colar celeste...

    beijo, El

    ResponderExcluir

Minha poesia agradece.