domingo, 6 de maio de 2012

Lembranças de um planeta e de um príncipe



                                                          
 
  Lembranças de um planeta e de um príncipe
 
 
 
Um pulo fundo ao desejo
e vejo
cabelos por sobre os ombros
um menino
grande príncipe.
 
Torno a usar a memória
saída de um tubo mágico
em jogos de luz e sombra :
vejo um rosto colorido
fino
sincero e bonito.
 
Agora
quem sabe agora
é tua vez de falar:
de mostrar de novo a face
de aparecer, de cantar.
 
Onde te escondes?
 
[por detrás duma outra lua,
em um planeta vulgar?]
 
 
 
Eliana Mora, 06/4/2012
Poesia Dedicada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha poesia agradece.