terça-feira, 23 de outubro de 2012

P r e s a

  
P r e s a
 
 
um dia monocromático
amarelo   sem ar
minha vontade submissa sufoca,
pára
 
como tu
ele consegue minha respiração 
 
escravizar
 
 
Eliana Mora, 02/01/2008

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha poesia agradece.