quinta-feira, 2 de abril de 2015

Os sons e sonhos da caixa de Sapatos


Os sons e sonhos da caixa de sapatos


Um dia reparei
que o som do meu amor
se aboletava numa velha caixa de sapatos
já sem uso
ali
em cima do armário do meu quarto


de vez em quando virava flor

cheirosa
clara
ou cântico suave
emocionado


depois de um tempo 

calava-se e adormecia
ali
naquela caixa de sapatos


junto a antigos e bonitos sonhos

que já não cabem
m a i s


[em mim]




Eliana Mora, 04/fevereiro/2007

[baú]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha poesia agradece.