quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Aluga-se


Aluga-se


Meu coração
quarto vazio
hospedaria

vê roçar nele
a lassidão
de quem
perdeu

Meu coração
rascunho
planta
engenharia
um edifício que
não há

[é sonho meu]


©Eliana Mora, 15 de julho de 1999
In: Mar e Jardim/2003

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha poesia agradece.