quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Face triste, face Alegre


Face triste, face alegre



O pano se abre
as letras se movimentam
[tristeza e alegria no palco]

cada dia

um início


cada vida
seu próprio  enredo


cada final
[absoluto segredo]



Eliana Mora, 02/09/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha poesia agradece.