quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Como se fosse,.,.,.,.,.


Como se fosse,.,.,.,.,




Ali
numa casa que não tinha nada
o amor - por vezes - pedia para entrar

Ela não podia abrir a porta
para estranhos

mas 

deixava o coração falar




Eliana Mora, 07/9/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha poesia agradece.