sábado, 31 de julho de 2010

Uma conversa rápida com o coração, bate, bate...


Uma conversa rápida com o coração, bate, bate...



E tu, músculo vaidoso,
rubro, especial,
enquanto bates, pensas?
quantos planos diabólicos terás?
talvez dizer-me que algum amor pode voltar
e eu aqui a me lembrar da soma dos catetos da raiz quadrada daquela boca,
que me enlouquece?

[ah, nem me venha mais com insinuações assim]



Eliana Mora, 5/7/2010

2 comentários:

Minha poesia agradece.