terça-feira, 16 de novembro de 2010

Da verdadeira ânsia pelo sonho



Da verdadeira ânsia pelo sonho



Do meu caos já muito sei.
Quero conhecer os labirintos
aqueles que se escondem nos instintos
de certa forma agarrados às paredes
misturados à fuligem, ao reboco.

Quero conhecer o que deixei ali
enquanto atravessava mares sempre muito navegados
atras de um amor que todo tempo andou calado
e que um dia acreditei ser meu.


Minha voracidade agora é pelo sonho.




Eliana Mora, 15-11-2010

2 comentários:

Minha poesia agradece.