terça-feira, 1 de novembro de 2011

Dedos que falam


Dedos que falam



No retrato
os dedos teus lembram-me
letras
soturnas

talvez as mesmas
da palavra
que disseste
:

adeus.




Eliana Mora, maio/2005
[baú]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha poesia agradece.