segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Poema para uma sensação de estar Inteira




 
Poema para uma sensação de estar inteira



Por um minuto a mais em cada dia
pareço ter de novo a sensação
de que meu corpo se despede da apatia
de uma antiga sensação de torpor
e de agonia

busca harmonizar-se um pouco mais com seus sentidos
entabolar conversas com desejos
mais ou menos esquecidos
ouvir de novo o som do seu prazer

pode por enquanto talvez ser
de uma forma ainda tímida e sozinha
mas isso até ajuda a perceber
que a mente se desloca
do seu alvo

e faz questão de não querer corroborar
com velhos ditos e registros já cansados
com fórmulas e teses que se perdem
em meio a pó, a nós e redes

de um passado



Eliana Mora, 8/1/2012

2 comentários:

  1. teu poema transborda em belo renascer! beijos

    ResponderExcluir
  2. Assim, de repente, está perto [quem sabe] de acontecer...

    beijos - poeta Lázara.

    El

    ResponderExcluir

Minha poesia agradece.