terça-feira, 31 de dezembro de 2013

A minha Prece

 


A minha Prece 



Um sentimento que cresça
uma brisa
a fúria de um silêncio
uma chuva que chega
um nó na garganta
um poema,
um eclipse

Quero a dor silenciosa de viver
de acordar todo dia
e sentir Vida
[dentro] e fora das fronteiras
do meu ser

E se mais um tanto ainda tiver
de sofrer
[um pouco mais, ainda]
a cada um que vier
direi que tudo, tudo valeu.


Valeu mesmo a pena.


Eliana Mora, 30/12/13

2 comentários:

  1. Um ano que começa e que reafirma a amizade entre nossos blogs...mais um ano de leituras e compartilhamentos de pensamentos poéticos...
    Abração do Pedra e um Feliz 2014...
    paz, saúde e alegrias, sempre!



    Para não se esquecer: www.pedradosertao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. A ti, todos os melhores votos....

    beijão do Liriodeserto [e da Eliana]

    ResponderExcluir

Minha poesia agradece.