sábado, 2 de maio de 2015

A mudar o curso do Destino


A mudar o curso do destino



Cravos dourados 
alados
a subir aos céus
junto à minha canção
dizem
em outros tons
menos ousados
que adorariam ser vermelhos
cravos
para que
reconhecidos como tal
fincassem raízes 
na lapela de alguns cavalheiros.

Depois disso, então,
voltariam sim à sua lida
de guerreiros


[em outros jardins]



Eliana Mora, 02/05/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha poesia agradece.